escolher administradora de condomínios

Principais critérios para escolher uma administradora de condomínios

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no print

Índice

O mercado empresarial é bem competitivo, em especial na época atual, na qual os consumidores são empoderados pela larga oferta de produtos e serviços disponibilizados em sites, software e aplicativos. No entanto, existe um segredo para se destacar da concorrência e atrair novos clientes: preencher os requisitos que fazem o público escolher uma administradora de condomínios.

Contudo, quais são esses critérios? Como uma administradora de condomínios pode cumprir as exigências do seu público-alvo? Neste artigo, ensinaremos o “caminho das pedras” para as empresas que desejam se fixar no topo da preferência dos consumidores. Acompanhe os próximos tópicos!

Quais critérios devem ser considerados para escolher uma administradora de condomínio?

A contratação de uma administradora de condomínio não é tarefa fácil. Afinal, exige uma análise profunda das empresas disponíveis, dos serviços que oferecem, além do histórico comercial delas. Essa pesquisa é fundamental, pois o contratante entregará a gestão de toda a infraestrutura do condomínio nas mãos da contratada.

Embora alguns pontos analisados possam variar de acordo com o perfil do condomínio, geralmente os que desejam serviços de uma administradora observam quatro critérios. A seguir, mostraremos quais são e como uma empresa pode se enquadrar neles.

Tempo de atuação

A maioria das pessoas se sente mais segura quando lida com uma organização que atua há vários anos no mercado empresarial. Uma vez que, no geral, o fato de permanecer na área por vários anos indica a solidez da marca. Normalmente, quando existe esse fator, os produtos e serviços são de qualidade, a satisfação dos clientes é alta e os profissionais internos trabalham com eficiência.

Se formos analisar bem, veremos que essa preferência faz todo o sentido por ainda outro motivo. Uma empresa que tem “anos de estrada” aprendeu a lidar com diferentes tipos de condomínios, problemas relacionados aos moradores e processos que envolvem a gestão desses empreendimentos.

Isso quer dizer que administradoras de condomínios com alguns anos de atuação nunca são escolhidas? É claro que não. Com certeza, há empresas que estão nos seus primeiros anos de vida, mas tem uma boa base de clientes e são bem conceituadas. Contudo, o peso da experiência ainda atrai grande parte dos consumidores.

Investimento em tecnologias

Empresas inovadoras são encaradas com “bons olhos” pelos consumidores, visto que costumam adotar e disponibilizar tecnologias funcionais. Por outro lado, a falta de investimentos em ferramentas virtuais torna os serviços oferecidos obsoletos e, assim, afasta os clientes. O resultado é a perda da visibilidade da administradora de condomínios e a consequente queda da lucratividade.

Uma solução que impulsiona a atração de novos clientes é o software para gestão de condomínios que tem funcionalidades para as demandas internas. Por exemplo, a aplicação automatiza:

  • a cobrança;
  • o fluxo de caixa;
  • a prestação de contas;
  • as contas a pagar e receber;
  • a previsão orçamentária.

Esses serviços promovem uma gestão de excelência. Com isso, os clientes recebem uma administração organizada, segura, eficiente e otimizada. Não há dúvidas de que uma empresa que utiliza um software de gestão tem mais chances de ser escolhida por um consumidor do que aquela que realiza atividades manuais.

Serviços e soluções

Outro critério muito utilizado para escolher uma administradora de condomínios é o portfólio de serviços e soluções. Quanto maior for as opções que suprem as necessidades dos clientes, mais atratividade a empresa terá. Entretanto, quais são os principais serviços e soluções a serem oferecidos?

Uma organização com anos de experiência entende que disponibilizar um controle total dos números do condomínio (receitas, despesas, inadimplência, boletos e previsões orçamentárias) é um grande diferencial. Além disso, a construção de um arquivo virtual único, com todos os relatórios separados em pastas e com fácil localização, encanta o público condominial.

Sabemos que a área de contas a pagar de um condomínio é bem complexa, pois envolve o lançamento e a quitação de todas as despesas. Sendo assim, uma administradora que oferece o registro e o pagamento automático de contas a partir da leitura da nota fiscal torna esse processo mais ágil.

Pense também na disponibilização de uma ferramenta de cobrança automática por e-mail. Com um simples clique, a empresa envia os boletos das taxas de condomínio para todos os moradores de forma personalizada. Outro serviço importante é a gestão bancária que envolve o processo de remessa e retorno, bem como os borderôs.

Atendimento

Todos nós gostamos de ser bem atendidos. Quando isso acontece, nos sentimos respeitados, fazemos propaganda da empresa e fidelizamos uma parceira comercial com ela. Em vista disso, as administradoras que investem no atendimento são as mais escolhidas pelos consumidores.

Atualmente, o conceito omnichannel é muito usado pelas empresas. Por meio dele, os clientes interagem com a organização utilizando o canal que preferir, como: telefone, chat, e-mail ou vários deles. Os consumidores esperam também um atendimento personalizado e disponível 24 horas.

Desse modo, para conquistar mais clientes, a administradora precisa oferecer vários canais de atendimento, além de investir na disponibilidade e na qualidade das interações. Uma forma de conseguir esse objetivo é por meio da inteligência artificial implantada nos chatbots (robôs de interação). Essa tecnologia conversa, resolve problemas e indica soluções, não importa a hora do dia.

Uma segunda maneira de aprimorar o atendimento é por meio dos aplicativos inteligentes. Com eles, a administradora de condomínios realiza assembleias online e envia comunicados via SMS, e-mail, ligação, notificação push ou WhatsApp. Sem dúvidas, implantar tecnologias a favor do diálogo com os consumidores faz a empresa despontar no mercado que atua.

Por que é necessário se atualizar?

A administradora precisa ficar atenta às exigências impostas pelos clientes. Dessa forma, ela será encontrada e aumentará a sua base de consumidores. Além disso, é necessário observar as transformações que acontecem na área de gestão condominial, em especial as que envolvem inovações digitais.

O resultado dessa preocupação em manter-se atualizado é o fortalecimento da marca no mercado de gestão condominial. Sem dúvidas, empresas inovadoras se mantêm competitivas. Afinal, elas conseguem entregar soluções que encantam o público-alvo.

Seguindo as sugestões apresentadas neste artigo, a administradora ganhará também a confiança dos clientes. O resultado será visto nas recomendações dos consumidores — não existe um meio mais eficiente de ganhar visibilidade, concorda?

O que achou de nosso artigo? Descobriu os principais critérios para escolher administradora de condomínios? Está pensando em realizar uma assembleia online? Então, confira as nossas dicas de como organizá-la com sucesso!

cta padro 1Powered by Rock Convert

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.
Powered by Rock Convert

Receba conteúdos em seu e-mail