finanças de condomínio

6 dicas para melhorar o controle das finanças de condomínio

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no print

Índice

Gerir as finanças de condomínio é uma tarefa que requer planejamento e controle constante, pois quando não é executada corretamente afeta a eficiência operacional do trabalho da administradora, comprometendo a continuidade do negócio em curto e médio prazo.

Vários gestores só percebem o problema quando a situação já está no vermelho e acabam tendo um trabalho enorme para estabilizar as contas.

Por isso, é fundamental trabalhar com mecanismos que façam o suporte necessário à gestão do condomínio, que engloba automatização de processos, controle de inadimplência, acompanhamento de receita, entre outros.

Se você tem interesse em melhorar a gestão orçamentária do condomínio, mas não sabe como fazer isso, continue a leitura deste artigo. Nele explicamos o que você precisa saber!

Qual a importância do controle de finanças?

A sobrevivência de uma administradora de condomínios está diretamente ligada à sua gestão e não é para menos. Afinal, sem o controle das finanças, é possível que todo o funcionamento do local entre em colapso.

É praticamente impossível não acompanhar o fluxo de caixa e fazer, ao mesmo tempo, uma boa gestão do condomínio. Esse controle permite avaliar as principais despesas, a inadimplência e, até mesmo, o planejamento orçamentário a longo prazo.

A administração de condomínios demanda um acompanhamento de perto dos principais indicadores financeiros, caso contrário, a administradora em questão está passível de diversos problemas futuros, inclusive a incapacidade de oferecer serviços básicos.

Além disso, outra questão de extrema importância é a gestão de processos, ou seja, compliance. E a melhor maneira para garantir que isso aconteça é ter ciência de toda a finança e, assim, apresentá-la de maneira transparente para os condôminos.

Como melhorar o controle das finanças do condomínio?

Fazer a gestão de um condomínio nem sempre é uma tarefa fácil, entretanto, acompanhar de perto as finanças é um importante passo para que essa gestão seja eficiente.

Confira abaixo algumas práticas que podem ser grandes aliadas para a eficiência desse monitoramento financeiro, auxiliando o administrador a fazer essa gestão.

Siga a previsão orçamentária definida

Elaborar a previsão orçamentária do condomínio é uma tarefa que, apesar de tomar tempo, só traz benefícios para o processo de gestão. Porém, no decorrer do ano, pode acabar sendo deixada de lado por alguns gestores.

Um dos motivos que levam as administradoras a perder o controle das contas é esquecer do planejamento feito e gastar mais do que o previsto. Isso pode acontecer tanto pela falta da organização das informações quanto pela negligência do gestor.

Então, acompanhe de perto quais são as principais entradas e saídas e evite que fujam do planejamento realizado, pois isso pode afetar os compromissos dos próximos meses e abalar por completo a estrutura de caixa do condomínio.

Mantenha um controle dos gastos do condomínio

É importante executar as tarefas necessárias para o bom funcionamento do condomínio e manter a excelência dos serviços prestados, mas os gastos não podem ser descontrolados, senão o condomínio corre o risco de ficar sem dinheiro.

Os gastos devem ser controlados de forma organizada, transparente e de acordo com o planejamento. Lembrando que esse tipo de prática é de extrema importância, afinal, é fundamental garantir a comunicação da sua gestão com os moradores, o que facilita o processo de prestação de contas.

Esse controle costuma ser feito por meio de planilhas, mas é recomendado o uso de um software de gestão de condomínios para potencializar a eficiência da sua administradora. Soluções tecnológicas estão aqui para garantir a eficácia do controle de finanças.

Organize os documentos do condomínio

Organização é essencial. Quando falamos de gestão financeira, a prática de manter documentos organizados é indispensável e pode prevenir que as contas fiquem negativas.

O fluxo de utilização de documentos na administração de um condomínio é alto, por isso é importante que você possua um sistema que mantenha todos os arquivos organizados e garanta o acesso aos dados de forma rápida e segura.

Fique atendo à inadimplência

Em tempos de instabilidade econômica no país, os índices de inadimplência naturalmente aumentam. Isso causa um impacto negativo no controle financeiro e é necessário ficar atento, buscando maneiras de driblar o prejuízo.

Faça uma análise do quanto os valores devidos ao condomínio estão impactando no fechamento das contas e trace um plano para recuperar esses valores.

Algumas tecnologias permitem acompanhar automaticamente a inadimplência e buscar diretamente os devedores para liquidar suas dívidas. Quanto melhor for o controle, melhor será o fluxo de caixa.

Busque a automatização de processos

Nenhuma administração de condomínios está imune aos gargalos nos processos, podendo afetar diretamente o controle das suas finanças. Por isso, busque maneiras de identificar os entraves e fazer com que sejam eliminados, consequentemente otimizando o fluxo do condomínio.

Assim como outros pontos aqui levantados, as tecnologias são grandes parceiras para otimização de tempo e dos processos, desde os mais simples, como automatização de comprovante de pagamentos, ao controle de devedores.

Integre os processos com um software

O processo de organizar as finanças do condomínio requer o cumprimento de várias etapas e englobam vários setores. Perder o fluxo do processo gera mais dor de cabeça e tempo perdido.

Hoje existem softwares especializados para a gestão de condomínios e aplicativos para comunicação com clientes que auxiliam o gestor tanto no momento de equilibrar as finanças quanto na rotina de administração diária. Saiba identificar as melhores empresas do mercado que oferecem essa solução e como ela poderá otimizar a gestão financeira dos condomínios que você administra.

Nada mais importante para a manutenção e sobrevivência da eficiência operacional de um condomínio do que garantir a gestão, já que o controle de finanças está nos requisitos básicos para o administrador do condomínio.

Assim, contar com tecnologias e inovação que possibilitam executar com eficiência tal tarefa pode ser um grande avanço, principalmente quando se trata de software e outras soluções tecnológicas.

Aproveite que entendeu bem como fazer o controle de finanças do condomínios, baixe nosso checklist de controle financeiro para administradores de condomínios!

cta padro2Powered by Rock Convert

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.
Powered by Rock Convert

Receba conteúdos em seu e-mail