implantar software de gerenciamento em shoppings

Melhores práticas para implantar um software de gerenciamento em shoppings

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no print

Índice

Segurança da informação é a preocupação primordial por parte de quem adota um software de gerenciamento em shoppings. A qualidade do produto contratado é um aspecto importante, mas que é complementado por uma implantação bem construída e com atenção a detalhes.

Existem dois cenários possíveis: ou o shopping está implantando um software pela primeira vez, ou está mudando de sistema. No primeiro caso, a implantação é mais simples, uma vez que a estrutura será construída do zero.

Já em casos de migração de sistemas, podem existir alguns obstáculos, especialmente quando a estrutura anterior é muito diferente. Isso pode acontecer, por exemplo, na migração de um sistema web para um sistema desktop.

Em todos os casos, uma boa preparação e cuidados pontuais podem facilitar o trabalho da TI e evitar uma série de problemas futuros. Listamos, aqui, quatro pontos que merecem atenção especial ao implantar um  software de gerenciamento em shoppings.

Ter um servidor

Em softwares com estrutura desktop, é muito importante que o sistema esteja instalado em um servidor, para então ser distribuído entre os usuários. Usar a máquina de um usuário como servidor improvisado aumenta muito as chances de que o sistema se torne indisponível, já que um computador em uso pode apresentar problemas com frequência.

Ter uma política de backup

Perder informações é certamente uma das consequências mais graves de uma implantação mal planejada. Por isso, ter uma política de backup é outro ponto fundamental. Um eventual problema no servidor ou a necessidade de espelhar ou evoluir o sistema são tarefas muito mais simples e seguras quando a empresa possui uma política consistente de backup das informações.

Ter uma política de acesso já definida

Mesmo com o suporte para implantação prestado pela desenvolvedora do software, o ideal é que o shopping conte com uma política de segurança de acesso previamente definida. Isso significa esquematizar, previamente, os níveis de acesso de cada usuário: se poderão editar ou apenas visualizar uma certa área; a quais módulos terão acesso, como contas a pagar ou auditoria.

Sendo assim, os níveis de acessos já existentes podem apenas ser traduzidos para o programa, evitando problemas futuros. Neste post, você pode saber mais sobre como funciona a política de acessos do Group Shopping.

Ter o sistema operacional atualizado e licenciado

Especialmente depois da recente onda de ciberataques mundial, vale a pena reforçar a importância de prevenir invasões e roubo de informações antes de implementar uma gestão digital. Para isso, um passo importante é manter atualizados e devidamente licenciados os sistemas operacionais e ferramentas da empresa. Da mesma forma, um bom sistema antivírus ajuda a barrar a ação de hackers.

A Group Software é parceira Microsoft, o que proporciona maior facilidade tanto em entender melhor e mais rápido o funcionamento do software quanto em melhor integrá-lo com as políticas de segurança do shopping. Aqui, você pode saber mais sobre a nossa linguagem de programação.

Se quiser saber mais sobre o Group Shopping, ficam aqui os nossos canais: você pode acessar o nosso site ou entrar em contato com um dos nossos consultores, através do 0800 702 5700.

Receba conteúdos em seu e-mail