manutenção-predial-em-condominio

Manutenção predial em condomínios

Assim como o corpo humano, as edificações precisam ser submetidas a manutenção predial em condominio periódica e pré-programada, a fim de garantir a vida útil e o pleno funcionamento dos sistemas construtivos que as compõem.

Índice

Assim como o corpo humano, as edificações precisam ser submetidas a manutenção predial em condominios periódica e pré-programada, a fim de garantir a vida útil e o pleno funcionamento dos sistemas construtivos que as compõem. 

Ademais, sabemos que a manutenção preventiva pode representar uma economia considerável para todos os condôminos.

Nesse contexto, há três diferentes tipos de manutenção predial em condominios que um gestor condominial deve conhecer.

Continue lendo e veja as especificidades de cada tipo que são:

a) Manutenção predial preditiva: indicar condições de equipamentos e instalações;

b) Manutenção predial corretiva: realização é sempre obrigatória, dado que se trata de um conserto;

c) Manutenção predial preventiva: guiada por um planejamento e visa a manter as boas condições de funcionamento de todos os sistemas envolvidos.

1. Manutenção predial preditiva  

É um tipo de manutenção predial em condomínios muito realizado pelas indústrias e aplicadas a máquinas e equipamentos.

A sua finalidade é indicar as reais condições de equipamentos e instalações.

Com a manutenção preditiva, diminuem-se os intervalos de reparo do maquinário no caso de quebra (corretivas) e das correções programadas (preventivas) e, consequentemente, aumenta-se a disponibilidade dos equipamentos.  

É realizada para monitorar as condições de funcionamento do equipamento e encontrar a falha potencial ainda em estágio inicial. 

As ações de manutenção preditiva são realizadas de acordo com o tempo previsto no plano de manutenção predial. 

https://www.groupsoftware.com.br/administracao-de-condominios/condominio21/

2. Manutenção predial corretiva  

É considerada o pior tipo de manutenção predial em condominios, devido ao alto custo e o transtorno de paralizações não planejadas. Sua realização é sempre obrigatória, dado que se trata de um conserto.

Ou seja: quebrou, é necessário fazer a manutenção para voltar a funcionar.

Alguns exemplos de serviços da manutenção predial em condominios corretiva são o conserto de vazamento nas instalações hidráulicas; impermeabilização de piso após detectada infiltração; reparo de fissuras e rachaduras na estrutura predial; substituição de peça de elevador, que parou de funcionar corretamente; entre outros.  

Em resumo, é realizada para corrigir e eliminar a causa da falha, seja potencial ou funcional. 

3. Manutenção predial preventiva  

É o tipo de manutenção predial condominial em condominios mais indicado para unidades imobiliárias de todos os portes. Ela é guiada por um planejamento e visa a manter as boas condições de funcionamento de todos os sistemas envolvidos. Costuma ser bem mais barata que a manutenção corretiva, contribuindo para a redução de custos do local.

Seu objetivo é elevar e garantir os índices de disponibilidade de um equipamento. Ela consiste na ação de controle e monitoramento de áreas e máquinas respeitando uma periodicidade. Com isso, aumenta a disponibilidade, evita falhas e interrupções no funcionamento dos aparelhos. 

Resumindo, é realizada para corrigir e eliminar a causa da falha, seja potencial ou funcional. 

SUGESTÃO DE TEMA

E ai? Gostou do nosso conteúdo sobre Manutenção predial em condomínios? Agora que já sabe tudo sobre o tema, te convido a ler tudo sobre ASSEMBLEIA DE CONDOMÍNIO: GUIA COMPLETO!

Receba conteúdos em seu e-mail