software imobiliário

Guia completo para escolher o software imobiliário ideal para sua gestão

Você já deve estar ciente das diversas vantagens que um sistema online oferece para a gestão imobiliária. Agora você saberá tudo sobre como escolher a melhor opção desta tecnologia para o seu negócio.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no print

Índice

Se você, gestor imobiliário e está minimamente atualizado em relação às tecnologias digitais, provavelmente já deve ter ouvido falar que um software para imobiliárias é uma grande vantagem competitiva. Isso se dá, principalmente por conta da automação de processos e redução de custos.

Contudo, por mais que a contratação de um sistema de gestão proporcione economia para o seu negócio no longo prazo, este não deixa de ser um grande investimento.

Sendo assim, considerando seu custo, é preciso ser bastante criterioso na escolha do software. Afinal, a última coisa que um gestor quer, é fazer um grande investimento e depois, se arrepender.

Pensando nisso, preparamos um guia de quais critérios devem ser avaliados para você acertar na hora de escolher o melhor software imobiliário:

5 dicas para escolher o sistema imobiliário ideal para sua gestão

Antes de começarmos, é interessante deixar claro que o conteúdo a seguir pode, e deve, ser usado como um checklist para sua avaliação. Sendo assim, não só servirá para informá-lo, mas também como um guia para sua escolha.

Agora, sem mais alongamentos, aqui vão 5 dicas para a melhor escolha de um software imobiliário.

1- Avalie a história do fornecedor

De início, vamos olhar para o fornecedor do software imobiliário. Isso é importante, porque uma empresa consolidada, muito provavelmente, será uma empresa que oferece bons produtos.

Além disso, fechar negócio com uma empresa sólida, representa conforto e segurança. Isso porque, em momentos de crise, por exemplo, a tendência é de que fornecedores consolidados sejam menos afetados.

Ao avaliar a história de um fornecedor, é importante levar em conta os seguintes tópicos:

  • Para definir a consolidação de uma empresa, considere que ela tenha, pelo menos, 10 anos de atuação;
  • É importante pesquisar o faturamento da empresa, bem como o tamanho do corpo de funcionários. Essas informações mostram o tamanho da empresa, fator também importante; 
  • Estude a carteira de clientes da empresa. Para isso, não só consulte a extensão da clientela, mas também para o porte dos clientes presentes nela.

Sendo assim, quanto maior for uma imobiliária, mais complexa sua operação é. Logo, quando o fornecedor atende grandes clientes, isso revela dois fatores pertinentes:

  • O fornecedor conta com uma equipe devidamente qualificada, além de know-how suficiente para solucionar até as demandas mais desafiadoras;
  • O software imobiliário oferecido pela empresa é robusto e capaz de solucionar os problemas de, até mesmo, grandes imobiliárias.

[Dica de ouro] Como estudar os clientes do fornecedor

Entender o cliente de uma empresa pode ser bem simples. Para isso, verifique o site da empresa, bem como suas redes sociais e perfil no YouTube.

No site, você pode encontrar uma aba de cases com clientes relatando como a fornecedora a ajudou.Fora isso, pelo YouTube, pode ser que você encontre vídeos de depoimentos de clientes do fornecedor avaliado. Dessa forma, você terá uma melhor noção do tipo de cliente que a provedora do software imobiliário atende.

Para aprofundar mais ainda, é recomendado que ao identificar o cliente e acessar o seu site, também ligar para ele e perguntar sobre sua experiência com o software.

Para isso, indicamos as seguintes perguntas:

  • Por que você escolheu o software?
  • Após a implementação do software, suas expectativas foram alcançadas?
  • O software em questão ainda é usado em sua empresa ou houve uma migração? 
  • Quais funcionalidades do software você diria que mais fazem a diferença nos processos de sua empresa?
  • O provedor conta com uma rede estável, isto é, existem problemas recorrentes de conexão? 
  • Foi percebido uma grande redução de trabalhos manuais após a contratação do software imobiliário?

2- Avalie as funcionalidades do sistema

Talvez esse seja o ponto mais importante ao avaliar um software imobiliário. Isso porque, são nas funções que um sistema mais vai se diferenciar do outro. No caso, essa diferença será crucial para definir se um software é realmente útil para sua empresa ou não.

Dentre várias outras vantagens, o que você deve mais buscar aqui, são automações de processos manuais e rotineiros. Esse deve ser o foco de todo bom software imobiliário. Uma vez que, seu objetivo é reduzir custos e gerar mais tempo útil de trabalho.

Pensando nisso, aqui vão algumas funcionalidades que devem ser exigidas no processo de avaliação:

Integração ao PABX

Não existente em alguns software, a integração ao PABX é uma funcionalidade importantíssima.

Essa integração lhe permite enviar boletos de forma automática. Dessa forma, basta seu cliente realizar um telefonema fazendo a solicitação do boleto e este será enviado sem você precisar fazer nada. Isso significa, além de uma redução de trabalho manual, uma grande contribuição para a redução de inadimplência.

Integração ao Banco Central

Uma outra integração importante é com o Banco Central. Isso é relevante, principalmente para as imobiliárias que trabalham com aluguel.

Sua necessidade se dá devido ao reajuste de índices monetários, que é um processo muito comum no aluguel de imóveis. Pensando nisso, com a integração ao Banco Central, este reajuste será feito de forma totalmente automática, mais uma vez tornando os processos de sua imobiliária mais eficientes.

Além dessas, existem várias outras funcionalidades que você deve buscar, entre elas:

  • Gestão de carteiras;
  • Gestão e Impressão de Contratos;
  • Controle de Encargos / Serviços / Seguros e Contas a pagar;
  • Controle de Pendências do imóvel;
  • Geração de Borderô para Contas a pagar e Repasse;
  • Controle de reservas para Locação por Temporada;
  • Controle de Saldo devedor do Proprietário;
  • Cadastro de IPTU;
  • Geração de arquivo de exportação com os dados para DIMOB;
  • Cadastrar / Realizar Vistoria de Imóveis;
  • Gerenciar contas a receber e a pagar (Acordos, 2ª Via, Contas fixas do imóvel);
  • Gerar boletos / Remessa / Processo de retorno;
  • Controle de cobrança / Régua de cobrança (lembretes) – para reduzir inadimplentes;
  • Repasse ao proprietário / Extrato / Recibos;
  • Ficha do Contrato / Imóvel;
  • Recolhimento de IR automático e geração de DARF;
  • Geração de Taxa de ADM/Intermediação/Renovação;
  • Controle de valores a repassar por período / Contratos a vencer / Contratos a reajustar.

3- Busque por integrações com outros sistemas

A verdade é que nenhum único sistema é capaz de fazer tudo ao mesmo tempo, contudo, é possível que um único fornecedor seja. Isso quer dizer que, existem fornecedores que oferecem mais de uma solução digital para o mesmo segmento, sendo essas soluções integradas entre si.

Um bom exemplo é o caso de um software imobiliário que possui integração com um aplicativo de gestão. Além da vantagem clara de ter acesso à sua gestão na palma da sua mão, um aplicativo como esse pode lhe oferecer outras facilidades.

Como por exemplo, uma plataforma para suporte em vistoria de imóveis. Isso será de grande ajuda para a captação de imóveis, bem como no processo de locação, tendo em mente as vistorias envolvidas.

4- Avalie o suporte técnico que a empresa oferece

A avaliação do suporte técnico é um critério extremamente importante que também pode ser percebido pelas redes sociais. 

Por meio de comentários e, principalmente, de conversas em grupos de WhatsApp, é possível identificar como a empresa fornecedora lida com reclamações e atendimento.

O que você, gestor, deve procurar aqui é:

  • A frequência em que ocorrem problemas com o sistema;
  • Quando acontecem, o quão rápido a equipe de suporte inicia o atendimento;
  • Quando ocorrem os atendimentos, com qual frequência o problema é resolvido, bem como a velocidade em que é solucionado;
  • Por fim, qual o nível de satisfação do cliente que foi atendido.

5- Avalie o relacionamento da empresa com seus clientes

Para este critério, é preciso fazer uma imersão nas redes sociais do fornecedor do software imobiliário (Instagram, YouTube, grupos de WhatsApp se possível, entre outros).

Por lá, é possível ver como a empresa comunica com seus clientes, principalmente quanto a atualizações do sistema.

Outro critério de suma importância é em relação aos treinamentos oferecidos ao cliente. Isso porque, uma necessidade de quase todo software imobiliário é a qualificação da equipe do contratante para usá-lo da forma correta.

Sendo assim, busque no site da empresa se eles oferecem um bom suporte para tais treinamentos. Isso é um sinal claro de uma empresa atenta às necessidades de seus clientes.

Por fim, é sempre importante analisar o perfil da empresa no ReclameAqui. Sendo o maior portal de reclamações do país, o ReclameAqui é uma referência completa para entender mais sobre o relacionamento da empresa com o cliente, bem como sua reputação no mercado.

Imobiliária21

Levando em consideração tudo o que foi falado logo acima, não podemos deixar de apontar o Imobiliária21 e o Imobiliária21 Vendas. Oferecidos por uma empresa consolidada com quase 25 anos de mercado, estes são os melhores softwares imobiliário no mercado atual.

Os sistemas, são hoje, os mais robustos para atender suas demandas rotineiras. Isso porque, por terem sido desenvolvidos baseando-se no dia a dia de uma imobiliária, os softwares oferecem as principais automações para tornar a gestão eficiente.

Dessa forma, proporcionam uma economia de dinheiro bem como possibilitam o melhor aproveitamento do tempo de trabalho para demandas mais estratégicas. Isso graças a eliminação dos trabalhos manuais por meio da automação de processos.

Para conhecer mais sobre o Imobiliária21, acesse o banner abaixo.

cta padro 19Powered by Rock Convert

Receba conteúdos em seu e-mail