inovação-administradora

Inovação nas Administradoras de Condomínio

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no print

Índice

Há algum tempo você já vem ouvindo essa palavra, seja nos noticiários ou no concorrente.

Mas você sabe o que é inovação?

Sabe por que ela é fundamental nas administradoras de condomínio?

Pensando nisso, elaboramos o conteúdo abaixo para de explicar de uma vez por todas, o que é inovação nas administradoras de condomínios.

Diferença entre inovação e invenção

Antes mesmo de adentrar propriamente no assunto, é importante que você enquanto gestor de propriedade, entenda que Inovação não é Invenção.

Isso porque na grande maioria das vezes, quando se diz que as administradoras de condomínio precisam inovar, logo elas pensam que precisam realizar um grande invento, uma grande descoberta.

Inovação definitivamente não é isso. Para ficar mais fácil, vamos te explicar o que é invenção:

Invenção é um construto físico ou intelectual. Ex: Descoberta do avião. Se a invenção é a descoberta do avião, inovação são as empresas aéreas, por exemplo.

Pensando nos gestores de propriedade, podemos pensar em uma inovação, quando o assunto é gestão eletrônica de documentos.

Por exemplo: Se você antes utilizava papel/planilhas para gestão de documentos, hoje passou a utilizar um Software.

Nesse sentido, inovar é algo novo, que vai para o mercado e será comercializado, gera negócio e movimenta e economia.

Inovar nem sempre é reinventar a roda, por vezes é faze-la mais dinâmica, rápida e eficiente.

Inovação nas administradoras de condomínio

Hoje, em pleno século XXI, a sociedade vive uma grande virada de “chave”, permitindo-nos vivenciar novas formas de negócio, e o que antes se materializava apenas em meio físico, hoje temos no meio virtual.

Se analisarmos até pouco tempo atrás, a Internet não tinha o significado e a abrangência que se tem hoje. Que a evolução foi rápida, é inegável, chegando-se hoje ao que chamamos de Terceira Revolução: A informação, conforme bem nos ensina Lásbeck.

Encontramo-nos na segunda metade da segunda década do segundo milênio na história registrada. Isso equivale a uma enorme quantidade de segundos. E como o tempo voa. Mas também estamos experimentando muitas novidades. A revolução digital mudou tudo.

E ainda:

Como vivemos, nos comunicamos e interagimos com os nossos arredores e uns com os outros. Como nos divertimos, como pensamos, como aprendemos e, acima de tudo, como trabalhamos. Mudanças radicais, cujo tamanho e impacto provavelmente não foram testemunhados desde a Revolução Industrial (Lásbeck, 2017).

Desta forma, pode-se dizer que vivemos em uma sociedade digital, lastreada pela tecnologia (sendo esse o modelo de negócio que tem crescido de forma expressiva).

Frente a tantas evoluções, as administradoras de condomínio também se viram influenciadas por essa nova realidade. Portanto, passa a ser fundamental entender como começar o processo de transformação digital nas administradoras de condomínio.

Ou seja, o gestor de propriedade deve estar preparado para esta nova realidade.

O que mudou com a inovação?

A inovação trouxe diversas discussões ao mercado até então desconhecidas, como por exemplo:

a) Dados em condomínio: Lei Geral de proteção de dados;

b) Compliance;

c) Tecnologia Blockchain;

d) Gestão de condomínio Online;

e) Assembleias Virtuais.

Desta forma, a sociedade digital baseada na informação precisa de profissionais que entendam de inovação nas administradoras de condomínio.

Por que as Administradoras devem se adequar?

É preciso adaptabilidade e sobretudo desenvolver novas habilidades. Os motivos são diversos, como:

a) Se manter competitivo – Como a tendência de todas as administradoras de condomínio é se torna cada vez mais inovadora, garantir esse papel será um diferencial competitivo no mercado.

b) Melhorar os processos – A tecnologia/Inovação permite que o processos sejam automatizados, melhorando-os automaticamente.

c) Aumentar produtividade dos colaboradores – o que antes se fazia de forma manual, hoje é feito por inteligência artificial. Resultado: o colaborador tem mais tempo para ser mais estratégico do que operacional.

O mercado não comportará gestores de propriedade que não se reinventem diariamente, frente a velocidade da tecnologia e novos modelos de negócio.

É tempo de mudança de mindset. O profissional do futuro já são os profissionais de hoje. Inove.

E ai na sua administradora, o que tem feito?

_________________________________

E ai? Gostou do nosso artigo? Então aproveite e leia mais sobre Transformando tecnologia em realidade

Receba conteúdos em seu e-mail