Reforma de imóvel alugado

Vender ou alugar um imóvel, qual a melhor opção?

Vender ou alugar um imóvel, como saber a melhor opção para seu cliente? Essa é uma dúvida bastante comum e, para respondê-la, é preciso se colocar nos sapatos do proprietário e pensar na melhor opção considerando suas vontades e condições.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no print

Índice

É bastante corriqueiro nos depararmos no dia a dia do mercado imobiliário com situações em que os proprietários de imóveis carregam uma grande dúvida. Vender ou alugar um imóvel, qual a melhor opção?

Isso porque, alocar dinheiro em imóveis é uma prática comum para obter uma fonte de renda passiva a partir da cobrança de aluguel. Esse fato gera muitos questionamentos nos proprietários de imóveis e, inevitavelmente, eles pedem uma opinião da imobiliária para tomar essa decisão.  

Assim, torna-se fácil visualizar a importância de um profissional atualizado e qualificado para orientar seu cliente da melhor maneira possível. Quer entender melhor o assunto? Siga a leitura!

Reforma de imóvel alugado

Imparcialidade

Para que o Corretor ou Imobiliária saiba o que é melhor para seu cliente é preciso deixar de lado interesses pessoais. Aqui não importa o que é melhor para o corretor ou imobiliária, e sim para o proprietário.

Parece óbvio, mas muitas vezes na ansiedade de garantir uma comissão maior, o profissional acaba sendo tendencioso em sua avaliação levando em consideração seus interesses. 

No entanto, mais cedo ou mais tarde o proprietário verá que foi mal orientado e o profissional envolvido não será bem visto.  

Analise a necessidade e perfil do proprietário

Entender o porquê do proprietário precisar negociar um imóvel é muito importante. Afinal este é um bem de alto valor e, que normalmente, exige um bom motivo para motivar tal necessidade.

Por isso é preciso ouvir o proprietário e entender sua situação. A melhor forma para conseguir essa informação é através de uma conversa respeitosa e descontraída com o cliente. Para tanto, oriente-se pelas seguintes perguntas:

  • É por motivo financeiro? É para um novo investimento? Redução de custos de condomínio e impostos?
  • Qual o motivo da venda? 
  • Precisa de rentabilidade ou de liquidez rápida?

Todos esses questionamentos devem ser levados em consideração.

Por exemplo, imagine que um proprietário precise de dinheiro rápido para saldar uma dívida. Será que alugar o imóvel vai resolver seu problema? 

Em uma outra circunstância, um determinado proprietário precisa ter uma rentabilidade e fazer uma poupança para os filhos. Será que a venda do imóvel trará o maior e melhor retorno financeiro para essa pessoa?

É preciso saber quais são as expectativas do proprietário para então começar a investigar sobre o mercado da região.

Banners CTA 2 21 - Vender ou alugar um imóvel, qual a melhor opção?

Avalie suas possibilidades e o mercado regional

Após saber o que o proprietário precisa, é necessário avaliar se essa venda ou locação vale a pena ou não.

Há imóveis que, dependendo da região, o aluguel será muito baixo. Nesse cenário, talvez aquele proprietário que busca só rentabilidade não irá atingir seu objetivo apenas recebendo o valor referente ao aluguel. 

Para atingir melhores resultados em situações como essa, pode ser uma boa opção mobiliar o imóvel e realizar uma reforma. Dessa forma, o imóvel se tornará mais atrativo e o aluguel a cobrar poderá aumentar consideravelmente.

Caso entenda que, mesmo assim, essas melhorias não irão trazer um retorno satisfatório, uma boa opção seria vender o imóvel e comprar outro que traga uma rentabilidade maior. 

Deve-se considerar também a estabilidade do mercado na região do imóvel a fim de analisar oportunidades. Existem ocorrências de muita oferta e pouca procura por imóveis em determinadas regiões. Isso faz com que os preços caiam, tornando difícil a realização de um bom negócio.

Nesse caso, uma opção é alugar o imóvel para que não tenha despesas. De qualquer forma, o proprietário pode continuar divulgando sua venda. 

Seguindo esse ponto de vista, fica fácil entender a importância do aconselhamento por parte do corretor ao cliente, evitando prejuízos e maiores transtornos. Uma figura que pode ajudar bastante nesse processo é o Consultor Imobiliário, já que este é o profissional especializado em analisar as melhores oportunidades do mercado imobiliário no cenário em que se encontra.

Banners CTA 2 13 1 - Vender ou alugar um imóvel, qual a melhor opção?

Prós e contras

Após toda essa análise é preciso apresentar ao proprietário todas as opções e as vantagens e desvantagens de cada uma delas.

Vantagens e desvantagens da locação

Na locação o proprietário não ficará totalmente livre de custos. Existem responsabilidades que ele deverá arcar com seus custos e, além disso, o proprietário pode não ser capaz de evitar a inadimplência, fato que pode gerar custos judiciais e outros encargos.

Em contrapartida, sabemos que nenhum investimento é livre de risco, mas ter o imóvel com condomínio e impostos pagos e ainda ter uma rentabilidade quase certa todo mês é muito promissor. 

Vantagens e desvantagens da venda

Reforma de imóvel alugado

A venda de um imóvel pode trazer um montante em dinheiro considerável. Nos casos em que o proprietário quiser vender para comprar outro imóvel ou investir em um negócio ficará muito mais fácil negociar com o pagamento à vista.

Porém, uma venda também gera custos e burocracias. Por isso é muito recomendado que caso o imóvel seja muito específico ou a região esteja com muita oferta,o imóvel seja alugado e seja divulgado para venda. Assim se reduz os custos.

Quando o imóvel está alugado e divulgado para venda, o inquilino tem um prazo de até 90 dias para desocupar o imóvel caso seja vendido. Isso pode ser uma desvantagem para os compradores que buscam um imóvel para entrada imediata. Porém, é a melhor alternativa para quem quer ficar livre de custos.

Lidar com processos de locação significa ficar exposto à rescisão de contrato de aluguel. Isso pode ocorrer tanto pelo inquilino quanto pelo proprietário, caso o segundo deseje usufruir do imóvel novamente.

Sendo assim, ficar por dentro desse assunto é uma forma de prevenir desconforto e dor de cabeça caso a locação venha a acabar em rescisão. Pensando nisso, separamos no banner abaixo tudo o que você precisa saber sobre rescisão de contrato de aluguel.

Banners CTA 1 9 - Vender ou alugar um imóvel, qual a melhor opção?

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.

Receba conteúdos em seu e-mail