responsabilidade do síndico

A responsabilidade do síndico e da administradora de condomínios

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no print

Índice

Administrar um condomínio é uma tarefa que requer o esforço de várias partes, principalmente, do síndico de condomínio. Por isso, a fim de as partes envolvidas na rotina condominial tenham consciência do seu real papel na administração do condomínio, é necessário entender quais são as responsabilidades e deveres de todos que compõem sua gestão, ou seja, do síndico e administradora.

Assim sendo, com o objetivo de destrinchar a função de cada pilar para uma boa gestão condominial, desenvolvemos esse texto. Leia e entenda a responsabilidade de cada um deles. 

 

Responsabilidade do síndico 

Os deveres legais do síndico podem ser encontrados no Código Civil, de forma mais precisa no artigo 1348.

O síndico é responsável por toda a convivência no condomínio, incluindo saúde, segurança, harmonia, autoridade, questões legais, entre outros deveres. Ou seja, é de responsabilidade do síndico supervisionar e colocar em dia desde a manutenção de um filtro de piscina até a orientação ou autorização de um serviço realizado por terceiros. Em casos associados ao covid-19 no condomínio, a responsabilidade do síndico é de interpretar as leis que são tangíveis ao ambiente público e adaptá-las para o ambiente condominial.

Para medidas mais urgentes, como o combate ao covid-19, é necessário que o síndico de condomínio use o bom senso e tome as medidas cabíveis imediatamente, pois não é possível esperar uma lei específica para tal problema ser aprovada em assembleia condominial. Portanto, o síndico deve estar atento às necessidades do ambiente condominial e agir de forma rápida e precisa. Para o Dr. Márcio Rachkorsky, advogado especialista em condomínios, são as três principais virtudes de um bom síndico:

– Bom senso;

– Pensar no interesse coletivo em detrimento ao interesse pessoal;

– Ser capaz de usar a tecnologia ao seu favor.

 

Responsabilidade da administradora

A responsabilidade da administradora é dar suporte técnico para que o síndico junto de sua equipe seja capaz de fazer uma boa gestão. Sendo assim, a administradora é responsável pelas obrigações contratuais que ela se comprometeu com o condomínio.

Para a administradora servir como a melhor auxiliadora do síndico é importante ela considerar soluções tecnológicas. Como foi mencionado acima, um bom síndico de condomínio deve ser capaz de usar a tecnologia a seu favor. Pensando nisso, a administradora por ser responsável pelo suporte técnico ao síndico, deve ser capaz de oferecer a ele ferramentas e métodos tecnológicos condominiais para facilitar e otimizar o trabalho de gestão.

De modo geral, é notável dizer que o síndico se responsabiliza pelos aspectos gerais que envolvem toda a gestão do condomínio. A administradora, por outro lado, funciona como braço técnico do síndico limitada às condições contratuais.

 

O papel na tecnologia 

O síndico e a administradora são os principais pilares de uma boa gestão de condomínio e podem ter seu trabalho potencializado ao máximo quando são guiados por recursos tecnológicos.

Ninguém mais quer uma pasta de prestação de contas com centenas de páginas. É hora de acabar com a papelada! Atualmente, os condôminos exigem de seu síndico todas as informações em tempo real. Isso é possível de ser feito através de uma biblioteca digital, onde é disponibilizado tudo a respeito da gestão do condomínio em um ambiente online (contabilidade, balancete, cópia de contratos, contas etc.).

Essa é uma vantagem que pode ser oferecida aos condôminos por meio de um software de condomínios online ou, até mesmo, por um aplicativo para condomínios. Vale apontar que esse tipo de tecnologia é ainda mais vantajosa em home office ou em qualquer situação que a presença física é obstruída, servindo de plataforma para, por exemplo, a execução de assembleias online.

Portanto, a tecnologia aliada à administradora faz toda a diferença para que o síndico faça uma gestão tranquila. Isso porque com as ferramentas corretas, a relação entre condômino e síndico será de transparência e confiança, além de tornar os processos de gestão mais eficientes.

 

Ser síndico não é tarefa fácil, mas quando aliado a uma boa administradora, uma boa equipe jurídica e soluções tecnológicas, trará ótimos resultados. Pensando nisso, clique no banner abaixo e conheça mais sobre uma das principais soluções tecnológicas para administração de condomínios.

cta padro 7Powered by Rock Convert

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.
Powered by Rock Convert

Receba conteúdos em seu e-mail